Carregando...
Ir para o conteúdo
Ultragaz
Av Brigadeiro Luís Antônio, 134301317 - 910São Paulo, SP
(11) 3177 6677,(11) 3177 6200,Logo Ultragaz
Entre em contato

Sobre o GLP

Conheça nos links abaixo, tudo sobre o GLP: sua origem, formas de consumo e vantagens.


O GLP produzido no Brasil é obtido de duas formas: a primeira e mais comum decorre do refino do petróleo; a segunda, em escala reduzida, acontece a partir do processamento do gás natural. Por ser o mais leve dos derivados de petróleo, esse tipo de gás é o último produto comercial resultante da cadeia de extração - antes dele, são produzidos os óleos combustíveis, a gasolina, o querosene, o diesel e a nafta.

Quando você dá preferência ao GLP, está estimulando a produção de uma energia limpa, que não produz resíduos tóxicos e ajuda até mesmo a poupar árvores.

Originalmente, o GLP é inodoro, ou seja: não tem cheiro. Por isso, recebe um composto a base de enxofre para caracterizar seu odor, a fim de garantir segurança na hora de detectar eventuais vazamentos, por exemplo.

Ele é formado por uma mistura dos gases propano e butano, o que gera combustão sem resíduos tóxicos. O GLP, portanto, é uma fonte limpa de energia: não é corrosivo, nem poluente. Também não é tóxico, mas, se inalado em grande quantidade, tem efeito anestésico e pode levar a problemas de saúde.

Apesar de, no Brasil, ser utilizado em sua grande maioria para fins residenciais, o GLP é adotado também pela indústria e nas produções agrícola e alimentícia, com altos níveis de economia e eficiência.

É uma fonte limpa, versátil, econômica (sem taxas extras) e não poluente.