Carregando...
Ir para o conteúdo
Ultragaz
Av Brigadeiro Luís Antônio, 134301317 - 910São Paulo, SP
(11) 3177 6677,(11) 3177 6200,
Entre em contato
Ultranotícias

Vazamento de gás: O que fazer neste caso

A combinação de butano e propano, dois gases derivados do petróleo, é a matéria-prima para o gás GLP (ou gás liquefeito de petróleo). Em estado líquido dentro do botijão de gás, ele passa ao estado gasoso no momento em que utilizamos, como ao acender o fogão ou o forno, por exemplo. Mas o que fazer se houver um vazamento de gás?

 

 Vazamento de Gás F

 

Apesar de ser um combustível bastante seguro, nunca podemos descartar a manipulação com cuidado. É importante ter em mente que um vazamento de gás pode acontecer, e é necessário saber o que deve ser feito caso essa situação ocorra.

 

Cheiro de gás

 

O gás GLP é inodoro, ou seja, livre de qualquer odor. O tradicional “cheiro de gás” que percebemos em caso de vazamentos vem, na verdade, de um componente feito de enxofre, chamado Mercaptan. O Mercaptan tem a função de “emprestar” ao GLP o seu odor característico justamente para que o vazamento de gás seja perceptível ao olfato humano.

 

Prevenindo os vazamentos

 

A principal maneira de ter um produto confiável é adquirir botijões apenas de revendedores autorizados pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), e que sigam as regras de armazenamento e qualidade do produto a ser entregue ao consumidor final. Desta forma, é mínima a chance do botijão conter avarias que possam ocasionar vazamento.

 

Evite também procedimentos como deitar o botijão (algumas pessoas acreditam que isso gere economia e que permite “aproveitar” o fim do gás). O botijão cheio na posição deitada pode ocasionar o contato do GLP líquido com o recipiente e danificar alguma parte do acessório. E, além do dito anteriormente, pode carregar alguma sujeira nos acessórios, provocando algum entupimento ou danos.

 

A mangueira de gás deve ser fixada em suas extremidades com abraçadeiras apropriadas à finalidade e não deve ser esticada demais, pois pode causar dobras, estrangular ou danos na peça. Apertar o regulador de pressão com ferramentas pode danificar a rosca interna da válvula do botijão e até prender o cone borboleta, impedindo a sua retirada. Jamais faça isso com ferramentas, sempre faça o rosqueamento manualmente e armazene o produto em locais abertos e com ventilação adequada. Dessa forma, você evita o vazamento de gás tanto do botijão, como o vazamento pela boca do fogão.

 

Fique sempre de olho no prazo de validade das mangueiras. Elas possuem vida útil de, no máximo, cinco anos, e a utilização após esse prazo pode trazer riscos. Evite o vazamento de gás de cozinha sempre levando em conta esses procedimentos.

 

Como detectar o vazamento de gás

 

Após a compra do botijão de gás, sempre faça o teste da espuma. Quando encaixar e rosquear o regulador de pressão no bocal do vasilhame, passe uma esponja de louça com bastante sabão entre a conexão do regulador de pressão e o bocal do botijão de gás, e em toda a área adjacente. Se surgirem bolhas, significa que há vazamento. Desconecte o regulador e o encaixe novamente, repetindo o teste. Se as bolhas continuarem, peça a troca imediata do botijão.

 

Se o cheiro de gás aparecer depois do botijão já instalado e testado, interrompa o uso e entre em contato com a revenda, pedindo a visita de um representante para verificação e possível troca do produto. Abra as janelas, deixando o local bem ventilado, e não acenda nenhum interruptor, evitando faíscas no ambiente.

 

 

Comentários (0)
Posts Relacionados