O gás liquefeito de petróleo está presente em todo o território nacional. Das grandes capitais às regiões mais interiores do país, o gás de cozinha está presente em todos os municípios brasileiros, como demonstram dados do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liqüefeito de Petróleo - Sindigás.

95% dos domicílios do país são atendidos pela ampla e eficiente rede de distribuição de GLP, que vai muito além do fornecimento de chama segura para a cocção de alimentos. Sua importância é imensa nas áreas mais distantes, e você entenderá abaixo alguns dos principais motivos.

GLP em todas as regiões do país

  • O Gás LP é distribuído em todos os 5.570 municípios brasileiros. Está presente em cerca de 59,5 milhões de lares ao todo.
  • Alcança lugares que não contam com luz elétrica, rede de telefonia e até mesmo água encanada e rede de esgoto.
  • Em locais sem energia elétrica, o GLP faz o seu papel permitindo o funcionamento de equipamentos simplesmente indispensáveis, como as geladeiras a gás LP, que armazenam o alimento das famílias e possuem sistema totalmente silencioso.
  • É o substituto ideal da lenha. Apesar de largamente utilizada em fogões, fornos, e até mesmo para aquecimento de aviários, entre outros usos, a lenha é prejudicial ao meio ambiente e à saúde de quem a manuseia e respira a fumaça produzida pela sua queima.
  • No campo, o GLP é substituto de defensivos agrícolas químicos, o que evita a contaminação de aquíferos e do solo.
  • É utilizado para aquecer a água do banho em locais sem luz elétrica, oferecendo mais conforto e qualidade de vida, sobretudo em áreas mais frias do país.
  • A rede de distribuição é eficaz e tem amplo alcance.
  • A possibilidade de transporte e estocagem do GLP é um facilitador para a utilização dele em qualquer lugar.
    Seu uso evita a derrubada de matas e florestas nativas e substitui com máxima eficiência a lenha e o carvão vegetal.