Gás encanado tem dois reajustes de preço em menos de 3 meses e encarece o valor em 40%.

Ao longo deste ano os consumidores de gás encanado sentiram um peso maior em seus bolsos, principalmente comerciantes e indústria.

Como o  GLP entra nesse cenário?

O botijão de gás vem se apresentando como uma opção mais atrativa. De acordo com a ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) o valor do botijão de 13kg está 1% mais barato, em comparação ao ano passado.

Outro ponto que torna o GLP uma opção mais interessante para os consumidores, é o fato de existir um amplo mercado. No Brasil existem 9 redes de distribuição nacional e 60 mil revendas espalhadas pelo país.

“Se você fizer os cálculos, a tarifa de gás natural figura em um valor acima do GLP por não haver uma distribuição tão competitiva”  diz Adriano Horta, Gerente Técnico do Sindigás.

Um caso real foi do Capcana Hotel, que segundo o responsável pela administração, Francisco França, ao mudar para GLP seus gastos reduziram em 60% por mês, de R$10.000 na conta de gás encanado para R$4.000 com o serviço de botijão de gás. 

Com o consumo residencial à conta do gás encanado também saiu mais cara, como é o caso do Edson que em sua casa o valor veio 125% maior, saindo de R$160 para R$360 com o gás encanado. 

Aqui na Ultragaz temos GLP para todos os casos: comércio, indústria e residencial. Clique no que te interessa e conheça mais sobre os nossos serviços.

Fonte: sindigas.org.br