O botijão de gás é absolutamente seguro, bastando seguir as orientações corretas de instalação e utilização. No entanto, no caso da ocorrência de vazamentos, como é possível detectá-los e eliminá-los da maneira correta? Confira!

O que fazer em caso de cheiro de gás?

O cheiro de gás é, na verdade, o cheiro de um composto à base de enxofre, chamado mercaptano, empregado justamente para que seja possível detectar vazamentos. Isso porque o GLP é inodoro - não tem cheiro - e seria impossível descobrir um vazamento quando ele ainda estivesse se iniciando.

Esse cheiro de gás de cozinha é bastante típico, e significa que pode haver vazamento. Para verificar essa possibilidade antes mesmo de instalar o botijão, é essencial fazer o teste da espuma. Simples, esse teste consiste em passar uma espuma de sabão neutro com a ajuda de uma esponja macia na rosca do botijão, já com o regulador conectado e instalado, e também na área ao redor dela. Caso surjam bolhas, há vazamento. Recomenda-se tirar e recolocar o regulador e repetir o teste. Se persistirem as bolhas, é preciso contactar imediatamente a revenda e solicitar a troca do produto.

E se surgir depois o cheiro de gás, o que fazer? Se o odor característico do mercaptano estiver presente no ambiente após a instalação, abra todas as janelas do local, e desligue o botijão. Não acione nenhum interruptor ou qualquer outro dispositivo que possa gerar faísca. Entre em contato imediato com a revenda, pedindo a visita de um representante para verificação e possível troca do produto. Também é possível contatar o Corpo de Bombeiros local para a remoção segura do vasilhame.