O uso do gás de cozinha é seguro e garante agilidade e praticidade no preparo diário de receitas para toda a família. Porém, caso ocorra um vazamento de gás, algumas dicas podem ajudar a identificá-lo rapidamente e garantir assim uma solução ágil, evitando problemas.

Identificando o vazamento de gás

Durante a instalação do botijão é essencial que seja feito o teste de vazamento, que é simples e rápido. Nele, é aplicada espuma de sabão neutro abundantemente com a ajuda de uma esponja macia ao redor da conexão entre o regulador de gás e o botijão e na área adjacente. Caso surjam bolhas de ar, significa que há vazamento e o procedimento de instalação e o teste devem ser refeitos. Se mesmo assim as bolhas persistirem, acione a revenda e peça a visita de um representante para verificação e também troca do recipiente.

Se o vazamento ocorrer durante o uso - e normalmente a detecção é feita pelo “cheiro de gás”, por meio do odor do mercaptano, substância adicionada ao GLP - desligue imediatamente o registro de gás, abra bem todas as janelas e portas da casa e não acione nenhum interruptor nem acenda fósforos ou isqueiros. Não utilize o telefone celular no ambiente. Entre em contato com o Corpo de Bombeiros da sua região e comunique o vazamento.

Para o GLP encanado, é feito o teste de estanqueidade de GLP, que verifica as condições de toda a tubulação e conexões garantindo que não haja vazamento e que todo o sistema esteja funcionando em segurança. O teste de estanqueidade de gás é exigência do Corpo de Bombeiros, e segundo o órgão essa é a única maneira de garantir que o sistema está livre de vazamento.