Quem mora sozinho sabe que às vezes fica difícil organizar a alimentação sem se exceder nos gastos ou evitando o desperdício. No entanto, essa tarefa é mais simples do que parece e é possível comer bem e ainda economizar no gás GLP e nas compras do mês.

O hábito de fazer compras mensais pode ser substituído pela visita semanal ou no máximo quinzenal ao mercado. Isso porque ao comprar apenas mensalmente, a chance de estocar alimentos que podem estragar antes de serem utilizados é grande, o que impacta em desperdício. Nas compras semanais, itens que são bastante perecíveis, como legumes, verduras, frutas, frios e laticínios podem ser adquiridos em pequenas quantidades e utilizados totalmente antes da próxima ida ao supermercado. Resultado? Comida fresca, na quantidade certa e sem desperdício!

Alguns itens alimentícios podem ser comprados em intervalos maiores de tempo. Leite, macarrão, arroz, feijão, óleo, azeite e outros com os prazos de validade mais extensos podem ser estocados tranquilamente, sem que necessitem estar na lista semanal. Porém, sempre confira a despensa antes da ida ao mercado, evitando assim comprar mais do que o suficiente e acabar estocando além do necessário.

Economizando o gás de cozinha

Quer economizar mais no uso do gás de cozinha (o nosso já conhecido GLP - gás liquefeito de petróleo) e ainda poupar seu tempo? Adote a estratégia de congelar os preparos. Feijão e arroz, por exemplo, podem ser cozidos em quantidade maior de uma só vez, e depois congelados em porções fracionadas individuais. Para quem é adepto da marmita, essa é uma excelente dica, pois é possível combinar as porções individuais aos preparos diários de saladas, legumes cozidos e carnes, por exemplo.

Se você não tem tempo para o preparo diário de sucos naturais, as polpas congeladas são boas substitutas. Preparar chás gelados e deixá-los em jarras também é uma opção. Manter a boa alimentação e economizar mesmo morando sozinho é mais fácil do que parece!