Você sabia que a mangueira para gás de cozinha tem data de validade? E que, além dela, o regulador que é utilizado junto ao botijão também possui data de expiração? Ou seja, deve ser substituído após a data indicada pelo fabricante.

Ao contrário do que muita gente imagina, tanto a mangueira - seja de plástico ou metal - quanto o regulador de gás possuem prazo máximo de uso e é essencial estar atento. Saiba mais!

De olho na data de validade

O regulador de gás é utilizado para ativar e desativar a chegada do gás de cozinha à mangueira do botijão. Ele funciona da seguinte maneira:

  • O gás liquefeito de petróleo (GLP) está sob pressão no botijão, assumindo o estado líquido.
  • Quando os queimadores do fogão são acionados, o regulador reduz consistentemente a pressão, proporcionando uma chama uniforme e segura.

Para garantir que o regulador trabalhe como esperado, com segurança e eficácia, o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), por meio do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade, certificou o equipamento, bem como a mangueira e o próprio botijão de gás. Por isso, sempre procure o selo do Inmetro quando adquirir um regulador novo! Seu prazo máximo de uso é de 5 anos.

A mangueira também tem papel essencial na condução do GLP ao fogão ou forno, e precisa estar em perfeito estado para que não ocorram vazamentos. As mangueiras podem ser metálicas ou em PVC, e seu tempo de vida útil é também de 5 anos.

Compre suas peças - mangueira e regulador - apenas em revendas confiáveis. Evite adquirir peças clandestinas ou de origem duvidosa apenas por economia, pois isso pode ser arriscado. Ao trocar seu botijão, sempre verifique se as peças estão em boas condições ou se já é hora de trocá-las por novas.